‘Era a coisa certa a fazer’, diz manifestante negro que carregou opositor ferido em protesto em Londres

0
15


Patrick Hutchinson diz que era preciso manter foco da manifestação de sábado: ‘Precisamos obter uma verdadeira igualdade, mas a violência é desnecessária’. Atitude foi elogiada pelo porta-voz do primeiro-ministro Boris Johnson. O manifestante negro Patrick Hutchinson carrega um contra-manifestante branco ferido para local seguro, perto da estação Waterloo, em Londres, durante protesto pela morte de George Floyd, no sábado (13)
Reuters/Dylan Martinez
Patrick Hutchinson, um manifestante negro que carregou um homem branco em segurança durante uma briga em Londres entre manifestantes antirracismo e oponentes de extrema-direita, disse que aquilo era simplesmente a coisa certa a se fazer.
Uma fotografia da Reuters de Hutchinson emergindo do tumulto perto de Waterloo Bridge, carregando um homem ferido por cima do ombro, viralizou nas redes sociais e apareceu em boletins de notícias.
“Era a coisa certa a fazer”, disse Hutchinson à Reuters TV na segunda-feira (15). “Não queríamos que a narrativa mudasse e que o foco fosse tirado daquilo pelo que todos lutamos, que é a verdadeira igualdade”.
O Reino Unido, como muitos países ao redor do mundo, viu uma onda de manifestações antirracismo após a morte de George Floyd em Minneapolis. Eles têm sido pacíficos, mas no sábado contra-manifestantes de extrema-direita convergiram para o centro de Londres e ocorreram provocações.
Hutchinson disse que as manifestações pacíficas contra o racismo precisam continuar no Reino Unido.
“Temos que continuar protestando. Temos que continuar marchando. Nossas vozes precisam ser ouvidas. Precisamos obter uma verdadeira igualdade, mas a violência é desnecessária”, afirmou.
Patrick Hutchinson, que carregou contra-manifestante ferido em protesto em Londres, no sábado, posa para foto na segunda-feira (15)
Reuters/Dylan Martinez
O homem carregado por Hutchinson tinha ferimentos no rosto, e os repórteres da Reuters no local disseram que ele foi espancado em uma briga com manifestantes antirracismo.
Algumas pessoas na multidão gritaram que o homem ferido era membro da extrema direita, mas não houve confirmação oficial de sua identidade ou afiliação política.
Elogio
Os instintos de Hutchinson representaram o melhor de nós, disse o porta-voz do primeiro-ministro Boris Johnson a repórteres nesta segunda-feira.
Initial plugin text