Receita Federal cria canal no aplicativo Telegram para solucionar problemas no CPF

A Receita Federal está utilizando o aplicativo de mensagem Telegram para facilitar a comunicação com a população. Desde a última segunda-feira (03), por esse meio da ferramenta, é possível tirar dúvidas a respeito da situação do CPF, podendo atualizar, regularizar ou pedir a segunda vida do cadastro.

Para utilizar a ferramenta é preciso ter o aplicativo no celular e ir opção “canais”, depois procure por ReceitaFederal Oficial, e clique para participar. 

O governo informou que para utilizar o sistema, o usuário precisa enviar todas as informações e documentos mínimos exigidos para que o órgão faça a análise da solicitação e conclua o atendimento.

:: Passo a passo: saiba como solicitar seu Seguro-Desemprego online ::

“Essa medida contribui para evitar o deslocamento das pessoas às unidades de atendimento presencial, de forma a preservar a saúde dos servidores e cidadãos, minimizando aglomerações e, consequentemente, a propagação do vírus da covid-19”, informou o governo em nota divulgada.

Problemas CPF

Desde que se iniciou o período para solicitação do auxílio emergencial, inúmeros trabalhadores vêm enfrentando dificuldades para serem aprovados. Segundo relatos, o problema que mais aparece como justificativa para a não aprovação do benefício é inconsistência cadastral relacionado ao CPF.

:: Erros do governo geraram atrasos e deixaram milhões sem auxílio, dizem especialistas ::

A solução dessa situação desde o princípio foi um desafio para a população porque muitos locais de atendimento da Receita Federal estavam fechados por medidas de isolamento social para controle da propagação do coronavírus.

O site do órgão sempre esteve disponível para consultas, no entanto, mesmo assim trabalhadores relatavam problemas para solucionar sua situação.

:: Problema no cadastro para renda emergencial? Saiba como regularizar seu CPF :: 

Passados quase 4 meses da aprovação da renda emergencial no congresso federal, a Receita disponibilizou o novo canal de atendimento pelo aplicativo Telegram. 

Segundo a Caixa Econômica Federal, já foram aprovados 66 milhões de cadastros para o benefício. Na última segunda-feira, mais de 800 mil pessoas receberam autorização da Dataprev para receber os R$ 600.