Presidente interina da Bolívia, Jeanine Áñez, abandona disputa presidencial


A então candidata aparecia em terceiro lugar nas pesquisas de intenção de votos, atrás do candidato indicado por Evo Morales e do ex-presidente Carlos Mesa. Presidente Jeanine Áñez, durante pronunciamento
Governo da Bolívia/Reprodução
A presidente interina da Bolívia, Jeanine Áñez, anunciou nesta quinta-feira (17) que deixará a disputa presidencial. A decisão acontece um dia depois da divulgação da pesquisa Tu Voto Cuenta mostrar que Luis Acre, ex-ministro da Economia de Evo Morales, ganharia a disputa no primeiro turno.
Em um pronunciamento gravado, Áñez disse que tomou a decisão de retirar sua candidatura para as eleições de 18 de outubro “pelo bem maior” e evitar que os votos de oposição ao partido de Morales, Movimento para o Socialismo (MAS), sejam dispersados.
A atual mandatária do país andino anunciou sua candidatura ainda em janeiro deste ano.
Reportagem em atualização.